INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO DE GESTÃO,
TECNOLOGIA E PESQUISA EM SAÚDE E ASSISTÊNCIA SOCIAL

24 Jul

Projeto “Mães da UTI” amplia o acolhimento no Hospital da Criança, em Guarulhos


Mães da UTI. Este é o novo projeto criado pela equipe de Humanização do Hospital Municipal da Criança e do Adolescente (HMCA), em Guarulhos (SP), administrado pelo IDGT. O trabalho foi iniciado na terça-feira, 14 de julho, acontece uma vez por semana e conta com rodas de conversa, atividades manuais e música, entre outras ferramentas. Conforme o projeto, “é fundamental humanizar o ambiente hospitalar e cuidar dos pais que acompanham os filhos em leitos de UTI. Acolher a família é importante para que todos tenham mais força e coragem pra enfrentar as lutas diárias da internação do filho.”

As atividades são realizadas no anfiteatro do HMCA. O primeiro passo é uma breve conversa com os pais, que contam como estão enfrentando a internação da criança e quais suas expectativas para os dias seguintes. Logo após, com auxílio musical, eles passam por um processo que estimula o relaxamento e, em seguida, são feitas diversas atividades.

“Meu filho está internado na enfermaria do HMCA, fazendo vários procedimentos. Nesse período que estou aqui tenho recebido ajuda das meninas da Humanização. Meu filho sofreu um acidente doméstico e isso me deixou bastante abalada. Recebi o convite para participar do projeto e achei muito interessante. A gente sai do quarto, participa de atividades e aprende coisas novas. Este projeto é bem útil no auxílio ao acompanhante e até na recuperação do paciente”, disse Tamiles Araújo.


A pedagoga Janyelle Oliveira de Souza, que integra a equipe de Humanização do HMCA, explicou um pouco melhor a importância do acolhimento. “Por meio de conversas, muita atenção e um pouco de distração, tentamos cuidar destas mães com o mesmo cuidado que elas cuidam dos filhos. Este acolhimento é importante, tendo em vista que estar com um filho no hospital, muitas vezes na UTI, não é nada fácil.”

Para Kathelleen Marcondes, brinquedista do HMCA, é importante tirar a mãe da UTI por alguns momentos. “Para isso, fizemos uma roda de conversa e colocamos música para descontrair. Esse conforto faz com que elas fiquem mais fortes e isso ajuda no tratamento das crianças”, explicou.

Nossos parceiros